0800-019-2411 falecom@siva.com.br

Indústria investe mais em eficiência produtiva

A indústria de transformação brasileira sinalizou um aumento da eficiência produtiva em 2012, segundo a Sondagem de Investimentos divulgada nesta terça-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV), com informações coletadas em abril e maio. Na pesquisa, a expansão da eficiência produtiva foi apontada como principal motivo para a realização de investimentos, citada por 35% das empresas pesquisadas.

O segundo motivo mais citado para a realização de investimentos foi a expansão da capacidade produtiva, citada por 30% dos entrevistados. Porém, tanto em 2010 quanto em 2011, a expansão da capacidade produtiva havia sido o principal motivo para a realização de investimentos produtivos, com fatias de 40% das empresas e 36%, respectivamente.

De acordo com a FGV, o resultado mostra uma diminuição gradual do investimento em capital fixo nos dois últimos anos. A proporção de empresas que afirmam estar sem programa de investimentos avançou de 16% para 19% do total na passagem de 2011 para 2012, o maior percentual desde 2009 (26%).

A percepção das empresas industriais em relação ao ambiente para a realização de investimentos em capital fixo também piorou. O montante de empresas que afirmam encontrar algum tipo de dificuldade aumentou de 33% para 43% de 2011 para 2012, o pior resultado desde 2009, quando 87% das empresas encontravam entraves.